Aliança faz parte das atividades do programa Trust in Science e visa fomentar discussões científicas para pesquisas em saúde

A GSK continua as atividades do programa Trust in Science com o anúncio de outra parceria importante com o objetivo de promover e discutir a ciência no Brasil. Como parte do Ano da Ciência e Inovação Brasil-Reino Unido, a farmacêutica britânica se une à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e à Embaixada Britânica em um acordo de colaboração com o objetivo de trazer nos próximos três anos cientistas renomados do Reino Unido, ganhadores do prêmio Nobel, que apresentarão seus trabalhos à comunidade científica incentivando o desenvolvimento da ciência no país. A assinatura do contrato aconteceu no dia 19 de dezembro, em São Paulo.

A nova parceria reflete a cooperação mútua no avanço do conhecimento nos campos da inovação científica e tecnológica. Duas palestras anuais serão realizadas a partir de 2019, por cientistas do Reino Unido nas áreas de ciência geral, medicina e tecnologia.

“Sob a perspectiva de fomento à pesquisa e inovação em saúde, a GSK no Brasil tem concentrado esforços em construir um ambiente de pesquisa sólido, forte e adequado ao potencial e às oportunidades que o país oferece, incluindo desde estudos básicos a estudos clínicos mais complexos, integrando os investigadores e centros de pesquisas de alta capacidade técnica ao perfil epidemiológico da população brasileira”, ressalta Tatiana Castello Brando, diretora médica da GSK.

Para Isro Gloger, diretor global do programa Trust in Science, “a GSK como líder global em saúde humana, acredita que essas iniciativas colaborativas são fundamentais para impulsionar avanços científicos que geram mais conhecimento sobre doenças e resultam em medicamentos inovadores”.

Criado em 2011, o programa apoia e financia pesquisas nas regiões em desenvolvimento do mundo. O principal objetivo do Trust in Science é estabelecer uma forte colaboração com pesquisadores locais, a fim de desenvolver conhecimentos, tecnologias, habilidades, treinamento e informação.

“A FAPESP tem o prazer de colaborar com a GSK e a Embaixada Britânica nesta iniciativa para conectar cientistas em São Paulo e colegas no Reino Unido promovendo visitas de destacados cientistas do Reino Unido ao estado de São Paulo”, afirma Carlos Henrique de Brito Cruz, Diretor Científico da FAPESP.

“Desde a minha chegada ao Brasil, fiquei absolutamente impressionado com a qualidade e o impacto que cientistas brasileiros e britânicos podem conseguir trabalhando juntos. Também estou muito feliz de ver a GSK e a FAPESP trabalhando juntas neste novo projeto, do qual estamos orgulhosos. O Reino Unido tem uma longa tradição em ciência e inovação; somos a 4ª economia mais inovadora do mundo. Espero que este projeto permita e inspire novas colaborações a crescer ”, diz a cônsul-geral britânica em São Paulo, Joanna Crellin.

Confiança na ciência do Brasil – A GSK colabora com 13 projetos e um centro de excelência no país, tendo investido mais de R$ 40 milhões entre 2011 e 2017. Durante esse período foram firmados acordos de colaboração para a promoção da pesquisa básica com a FAPESP em diversas áreas do conhecimento médico; a criação de um Centro de Excelência para Descobertas de Alvos Moleculares (CENTD), em parceria com a FAPESP e o Instituto Butantan, além de uma parceria recentemente firmada com a Biominas para apoiar projetos inovadores em saúde, desenvolvidos por startups.