Blog

Voltar

Biogás para o Brasil

16.01.2019

Debora Sacks, Especialista em Resíduos e Recursos, Departamento de Comércio Internacional do Reino Unido (DIT)

As vantagens do biogás são numerosas e variadas. Isso torna difícil explicar todas elas, até mesmo para outros no mundo da energia. Existem três benefícios diferentes na produção de biogás:

• a gestão adequada de resíduos de material orgânico;
• a produção que pode ser usada para gerar energia ou combustível de transporte;
• a criação de um fertilizante a partir do material sólido gerado (digerido).

O material orgânico se decompõe naturalmente e produz dióxido de carbono. Se o material residual for enviado para um aterro sanitário, ele poderá se decompor anaerobicamente e produzir metano. Há um alto nível de material orgânico nos resíduos enviados para incineração, o que os torna muito úmidos para queimar, e faz com que precisem ser secados. Assim, a abordagem ambientalmente mais sustentável é usar a digestão anaeróbica (DA) para capturar esses gases de efeito estufa que são produzidos por decomposição e usá-los como um substituto para os combustíveis fósseis.

Isso significa que resíduos orgânicos, quando gerenciados adequadamente, podem não preencher mais os aterros sanitários. Além disso, um digerido é produzido como a outra saída principal que pode ser espalhada em terra como fertilizante, reduzindo a necessidade de fertilizantes químicos caros. A DA também produz um resíduo líquido conhecido como lixiviado. Isso deve ser tratado antes que seja permitido entrar nos rios ou nas águas subterrâneas, a fim de remover fertilizantes e outros produtos químicos que possam estar no material original e evitar que muitos nutrientes atinjam o ambiente mais amplo.

O biogás no Reino Unido é gerado em instalações de digestão anaeróbica a partir de resíduos agrícolas, bem como resíduos de alimentos. Quando as culturas são cultivadas para a produção de biogás, existem regras rígidas para garantir que boas terras agrícolas sejam retidas para o cultivo de alimentos e para evitar que sejam usadas para plantações de combustível.

Embora a quantidade total de terra arável utilizada para as culturas de bioenergia no Reino Unido tenha aumentado nos últimos anos, atualmente equivale a 2,2% da área total arável. Culturas cultivadas especificamente para o biogás no Reino Unido incluem milho, miscanthus, beterraba sacarina e talhadia de rotação curta (pequenos álamos ou salgueiros).

Uma matéria-prima popular para a DA no Reino Unido são restos alimentares, seja de residências ou da indústria alimentícia, incluindo processamento de alimentos, produção de sanduíches e refeições prontas e restaurantes. Esses restos precisam ser coletado separadamente e mantidos livre de contaminação, embora as técnicas de empacotamento sejam agora muito eficazes. Os restos alimentares também devem ser levadso a uma temperatura de pelo menos 60 ° C por 2 dias, a fim de serem livres de quaisquer patógenos.

O metano é então limpo e injetado na rede nacional de gás, ou usado para gerar eletricidade em motores no local. Um uso crescente de biogás também é o transporte, pois é um combustível limpo para veículos pesados.

Uma das vantagens do biogás é que ele pode ser produzido em áreas remotas que não estão conectadas às redes de gás ou eletricidade. O biogás pode ser produzido em fazendas que utilizam resíduos de origem animal ou de culturas para uso no processamento das plantações no local ou armazenados e transportados conforme necessário. No entanto, o gás precisa ser limpo e armazenado de forma correta e segura.

No Reino Unido, diferentes regimes de incentivo são aplicados à geração de biogás, dependendo de seu uso final. O produtor deve decidir qual subsídio é o melhor para seus propósitos:

a) A eletricidade renovável é subsidiada por meio de um sistema chamado “Contratos por Diferença”, através do qual os geradores de eletricidade fazem lances através de um mecanismo de leilão para o valor que será pago por unidade gerada.

b) O Incentivo ao Calor Renovável é um subsídio por unidade de calor gerado pela injeção de biometano. As solicitações devem ser feitas por meio de uma agência governamental e relatórios periódicos sobre quanto biometano é gerado.

c) O biometano utilizado para o transporte é subsidiado através da Obrigação de Combustível de Transporte Renovável, que é gerida pelo Departamento de Transportes.

A geração de biogás é uma tecnologia importante, com enormes vantagens para o meio ambiente e para as comunidades que, de outra forma, têm dificuldade em acessar energia. No entanto, a tecnologia precisa ser cuidadosamente gerenciada e as habilidades necessárias devem ser desenvolvidas para o crescimento da indústria.

Categorias: Blog

ÚLTIMOS POSTS